Possibilidades Pedagógicas na Web 2.0

O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web, tendência essa que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas através de sites e serviços virtuais. A ideia é que o ambiente on-line se torne mais dinâmico e que os usuários colaborem para a organização de conteúdos.

O que é WEB 2.0?

  • A web 2.0 estimula a possibilidade de compartilhar. Com suas possibilidades interativas e colaborativas, acentua a participação dos usuários na web, aproveitando a inteligência coletiva para organizar mais eficientemente a rede, mas, principalmente, elegendo este usuário como o seu principal produtor de conteúdo.

O que a WEB 2.0 traz de novo?

  • A colaboração é uma das características mais significativas da web 2.0 e abre aos usuários a possibilidade de produção conjunta e compartilhamento de informações. WEB 2.0: formando uma rede de colaboração. O melhor caminho para utilizar e explorar as ferramentas da web 2.0 é conhecer alguns de seus aplicativos, conhecer as possibilidades pedagógicas que oferecem, e explorar seu potencial utilizando-os para a construção coletiva de novos conhecimentos.

Como utilizar a WEB 2.0 na escola?

Existem diversas ferramentas e várias possibilidades:

  • Blog: a ferramenta da Web 2.0 mais conhecida e utilizada em contextos educativos. Os Blogs são sistemas de publicação na web. A palavra tem sua origem da abreviação de weblog: web (teia, designa o ambiente de páginas de hipertexto na Internet) e log (diário) – diário na Web. Apossibilidade da publicação não é a único aspecto diferente nos blogs. A denominação “diário virtual” é incompleta para abarcar todas as possibilidades e a diversidade de uso desse recurso. Enquanto recurso pedagógico os blogs podem ser utilizados  como:

– Espaço de acesso e disponibilização de informações especializadas;

– Espaço para a publicação e metacognição;

– Ferramenta utilizada na organização de comunidades e grupos de ativistas de vários setores;

– Portfólio digital;

– Espaço de intercâmbio e colaboração;

– Espaço de debate;

– Espaço de integração.

  • YouTube: Ferramenta de autoria para publicação de vídeos. O YouTube, mais um serviço do Google, é um site na Internet que permite que seus usuários carreguem, assistam e compartilhem vídeosem formato digital. É o mais popular site do gênero, com mais de 50% do mercado em 2006. Qualquer pessoa pode acessar esse acervo infindável de vídeos e qualquer um, se respeitar as regras, pode mostrar suas imagens para milhões de usuários. Algumas possibilidades de compartilhamento a partir desse site são:

– Curtas de animação;

– Documentários;

– Mensagens;

– Filmes;

– Videoclipes, etc.

O YouTube é uma revolução na cultura audiovisual, onde o mais importante é ser criativo, assistir aos vídeos dos outros, conhecer gente diferente e dar muita risada. Além de conhecer uma variedade de recursos comunicativos e refletir acerca de suas características amplia a experiência de todos e possibilita aos professores a escolha das ferramentas mais adequadas ao propósito educativo almejado.

Fonte: http://www.slideshare.net/dfalmenara/uso-pedaggico-da-web-2

http://www.youtube.com/

Dica: Instalar o Adobe Flash Player

Obs. O post foi editado devido ao plugin “flashplugin-nonfree” instalar apenas a versão 10 do flash! Será substituido pelo “flashplugin-installer” que instala a 11 (Mais atual).

Essa operação é bastante simples de se fazer!

Abra o terminal (Linha de comandos):
Linux Educacional
Utilize as combinações de teclas Alt + F2, e na janela que aparecer digite konsole e dê ENTER

Ubuntu
Vá no menu Aplicações > Acessórios > Terminal

Na tela que se abriu, digite os comandos:

su
(Digite a senha de root)

escolas que possuem servidor devem usar esse comando também:
export http_proxy=”http://aluno:aluno@20.20.0.1:8080″

Continuando:
apt-get update

No Ubuntu:
apt-get install flashplugin-installer -y

No Linux Educacional:
apt-get install flashplugin-nonfree -y

Após terminar você estará com o plugin do flash player instalado, mas não esqueça de reiniciar o navegador se estiver aberto.

Para testar acesse este link, Se a página abrir como na imagem abaixo quer dizer que o seu flash está instalado e atualizado!!

Site de video aulas da seduc.

Dica: Atualizar o Firefox para a ultima versão no Linux Educacional

Uma grande desvantagem do Linux Educacional, está na sua fragilidade quanto à atualizações, como sua versão é baseada no ubuntu 8.04 (2008 até 2009), atualizações para esta versão são escassas. Como no post “Bloqueando sites pelo navegador” a versão 3.6 e anteriores  não é compatível com o PROCON escrevo este post para atualização (Digamos que forçada) do Firefox para a ultima versão do Firefox.

Antes de mais nada, baixe o Mozilla Firefox no próprio site da mozilla, será baixado um arquivo compactado com a extensão tar.bz2 (Melhor compressão comparada ao zip). No Linux Educacional, os arquivos baixados vão para a pasta Desktop então extraia os arquivos na mesma pasta o que irá gerar uma pasta chamada Firefox:

Extraindo arquivos

Após extraído, cuidado com os passos a seguir pois algum equivoco pode prejudicar o sistema!

Vá em INICIAR>SISTEMA>GERENCIADOR DE ARQUIVOS (MODO SUPER USUÁRIO):

Será pedido a senha para acessar o sistema (Coloque a senha do usuário, lembrando que o usuário deve ter privilégios administrativos, geralmente o próprio usuário aluno ou professor):

Se tudo estiver certo, você entrará no gerenciador de arquivos (Konquerror) como super-usuário (root) no diretório padrão do super-usuário (/root), lá em cima onde tem /root coloque o caminho do diretório onde está a pasta Firefox (/home/usuario/Desktop troque o usuário pelo usuário logado):

Entre na pasta criada após a extração (FIREFOX) e copie TUDO que há nela!:

Essa é a parte perigosa! Após copiar todos os arquivos (Ctrl + a e depois Ctrl +c), você deve colar os arquivos e pastas na pasta de instalação do Firefox, no Linux /usr/lib/firefox e /usr/lib/firefox-xxxxx. Digite lá em cima /usr/lib/firefox:

Cole os arquivos copiados anteriormente aqui, sobrescrevendo todas as ocorrências!

Feito isso, acesse /usr/lib/firefox-(3.xxxxx Enquanto digita veja qual a versão), faça o mesmo procedimento nessa pasta!

Terminado reinicie o computador e aproveite! Caso o Firefox esteja em Inglês apenas instale o complemento de interface pt-BR e reinicie o Firefox.

Dica: Instalando Impressora no LE

Aqui vai, uma dica de instalação via http, ou seja, pelo navegador web. Há outras formas de instalação, mas no Linux Educacional esta é a forma mais simples (e pessoalmente melhor) de se adicionar uma impressora de rede.

*Lembre-se que impressoras locais – usb, seriais – são reconhecidas automaticamente (Raramente não, caso seja muito antiga…).

Primeiro de tudo abra o navegador da sua preferência, não importa qual seja, e acesse o seguinte link: http://localhost:631, omde irá aparecer a tela de configuração do CUPS:

localhost:631 >> CUPS manager

Selecione a guia ADMINISTRAÇÃO(ADMINISTRATION) e em seguida selecione ADICIONAR IMPRESSORA(ADD PRINTER):

ADMINISTRATION

Insira as informações básicas da impressora, como Nome, e Localização, etc.

Exemplo

Terminado clique em CONTINUE, e em seguida selecione a forma de conexão do dispositivo (Calma, apenas selecione AppSocket/HP JetDirect e continue):

Selecione e continue

 Agora, será pedido a url(endereço de rede) da impressora, sendo que o protolo é o SOCKET: Apenas digite socket://ip_da_impressora:631, este ip varia dependendo da configuração da impressora! segue um padrão da rede da escola, como por exemplo, 192.168.1.200, 192.168.1.125, etc. (Caso não possua, ou não saiba este ip, recomendo acionar um chamado.):

socket://192.168.1.200:631

Em seguida selecione, o modelo do driver da impressora (Lexmark>Lexmark x656de ou Optra T610), ou selecionar um arquivo PPD, um arquivo pequeno com as configurações de driver salvas previamente. “ADD PRINTER”, será pedido um usuário e uma senha, digite no campo para usuário root e a senha do mesmo:

Usuário: root

Após isso, está tudo pronto!… o firefox pode ser fechado caso queira!

Obs. Todo cuidado com relação ao uso de impressoras no laboratório! Deixe um dos computadores apenas para utilização do professor com a impressora configurada, pois a instalação serve para todos os usuários do computador.

Dica: Bloqueio de sites direto no navegador!

Aqui vai uma dica bastante interessante, para aquelas escolas onde o Servidor ainda não está instalado um grande problema que surge é quanto ao conteúdo que os alunos acessam (As vezes não há como monitorá-los!).

Os bloqueios se dão através de um pequeno complemento do Firefox que faz todo o serviço. É só instalar no site de complementos do Mozilla!

Vá em FERRAMENTAS>COMPLEMENTOS, e em PESQUISAR no canto superior direito digite “PROCON” ou acesse o link de Download.

Após instalado, acesse a página de configuração em FERRAMENTAS>PROCON LATTE PREFERENCES;

Altere a senha de utilização (Importante para se ter um controle sobre o que vai ser bloqueado!)

SET PASSWORD — “Definir Senha”

São várias opções disponíveis, mas para uma configuração básica e funcional siga os passos a seguir:

Na aba superior, em “BlackList” defina os sites a serem bloqueados em “Blocked Sites”, não é necessário digitar o endereço completo apenas o nome, por exemplo, para bloquear o site orkut.com digite orkut nesta opção:

Bloqueando o Facebook e o Orkut!

 Isso já é suficiente, mas se quiser um adicional vá em “Advanced” e nas opções “Show custom Warning Message” e “Redirected blocked Sites”, respectivamente “Mensagem personalizada” e “Site para redirecionar”:

Mensagem personalisada, e redirecionamento para o site do Google

 E outra opção interessante é EXPORTAR e IMPORTAR as configurações, para não ter que fazer computador por computador essas configurações!

Para tal vá em Settings ainda no mesmo menu e selecione EXPORTAR, um arquivo .TXT será gerado. Para importar o arquivo selecione IMPORTAR e indique o arquivo .TXT previamente criado.

IMPORTAR E EXPORTAR configurações